Boliche

Boliche

Esse jogo pode ser praticado por qualquer pessoa, independente de sexo, de idade, de peso, de altura e de tipo físico. Por isso ele é o mais democrático dos esportes. O boliche pode ser jogado por lazer ou profissionalmente. Assim como os esportes mais convencionais, o boliche permite o uso total da experiência do atleta. Entretanto, esse esporte exige muito pouco da condição física do jogador.
O Boliche tem adeptos no mundo todo por ser um jogo que motiva, estimula, e relaxa todos os participantes.
Conheça também o Bright Bowling, um show de luzes, cores e música que transformam as pistas em uma balada pra galera curtir e dançar.
Pistas

O Strike possui 14 pistas de boliche, cada pista suporta até 06 jogadores e são alugadas por hora.

Sapatos

Temos à disposição tênis especiais para as pistas, próprios para jogar boliche e você não paga nada a mais por isso.

Dicas
Postura:

A posição dos pés é um importante fator para o impulso inicial. O jogador destro deve posicionar-se com o pé esquerdo um pouco a frente do pé direito (canhoto o inverso). Os joelhos devem estar flexionados, com o corpo um tanto inclinado para frente, para facilitar a caminhada. É recomendável o uso de quatro passos suaves, com um andar normal para que a bola atinja os pinos com uma velocidade média. Para aumentar a velocidade e conseqüentemente a força da bola, basta acelerar os passos, ou vice-versa.

Posição de Saída:

Da posição de saída, trace uma linha reta imaginária em direção ao PINO 1 e encontrará a seta correspondente. Faça a bola passar por cima da referida seta, e atingirá o objetivo com maior precisão. Ao dar o 1º passo com o pé direito, estenda o braço (com a bola para frente). No 2º passo, abaixe-o iniciando o pêndulo para trás. O pêndulo atinge o ponto mais alto no 3º passo, o corpo deverá estar inclinado para frente com os joelhos dobrados.

Finalize o arremesso no 4º passo, deslizando suavemente, até bem próximo (+ 10 cm) da linha de falta. No momento do arremesso a bola deve passar junto ao pé de apoio.

Observe como o braço esquerdo e a perna direita pendem para o lado esquerdo, não só para a passagem livre da bola, mas também para manter o equilíbrio do corpo, no momento final da largada da bola.

A BOLA DEVE SER LANÇADA ALÉM DA LINHA DE FALTA, PORÉM RENTE À PISTA. NÃO JOGUE A BOLA ALTA, É INCOVENIENTE E IMPRECISA.

Curiosidades
Os números sobre boliche são muito expressivos. No mundo inteiro, as pessoas jogam mais boliche do que qualquer outro esporte, com exceção do futebol de grama. Anualmente, a indústria de boliche consome, significativamente, mais recursos que qualquer outro esporte. Os gastos com viagens aéreas, restaurantes, hotéis e aluguel de carros são maiores devido ao grande número de participantes. O boliche tem mais participantes pagantes do que qualquer outro esporte.

Conheça os números:

• Mais de 100 milhões de pessoas em mais de 90 países jogam boliche pelo menos uma vez por ano;

• Mais de 12 milhões de jogadores de boliche competem em organizações oficiais (ligas, clubes, federações, confederações);

• A média de idade dos jogadores de boliche é de 28,1 anos;

• 38,0% dos jogadores de boliche estão no grupo de 18 a 34 anos de idade;

• 59,6% dos jogadores de boliche estão no grupo de 18 a 49 anos de idade;

• 46,9% dos jogadores de boliche estão no grupo de 25 a 49 anos de idade;

Além disso, jogar boliche também é uma forma divertida de queimar algumas calorias. Ao jogar boliche é possível perder 7 calorias por minuto, são 420 calorias por hora.

Regras
1.ª Regra – DEFINIÇÃO DO JOGO

O jogo de boliche consiste de dez frames. Um jogador tem direito a duas bolas em cada um dos nove primeiros frames, a menos que um strike seja marcado. No décimo frame, o jogador tem direito a três bolas caso um strike ou um spare sejam marcados. Cada jogador completará seus frames seguindo-se a sequência normal.
Um lançamento legal acontece quando o jogador solta a bola e essa atravessa a linha de falta e percorre a área de jogo. Todo lançamento é válido, a menos que se marque uma bola morta. O lançamento deverá ser feito apenas com as mãos. Nenhum dispositivo que se desprenda ou que se mova pode ser incorporado bola.

2.ª Regra – CONTAGEM DOS PONTOS

Exceto quando um strike for feito, o número de pinos derrubados no primeiro lançamento do jogador deverá ser marcado no canto superior esquerdo do quadrado correspondente a cada frame, e o número de pinos derrubados em seu segundo lançamento deverá ser marcado no canto superior direito do quadrado correspondente quele mesmo frame. Se nenhum pino for derrubado na segunda bola, o espaço referente àquele lançamento deverá ser preenchido com (-). A anotação dos dois lançamentos deverá ser feita imediatamente. Exemplo:

3.ª Regra – STRIKE

Um strike é marcado quando todos os pinos são derrubados no primeiro lançamento do frame. O strike é anotado com um (X) no canto esquerdo superior do quadrado correspondente ao frame em que todos os pinos foram derrubados. Conta-se para um strike dez pontos mais o número de pinos derrubados nas duas próximas bolas.

4.ª Regra – DUPLO

Dois strike consecutivos são um duplo. Conta-se para um duplo vinte pontos mais o número de pontos do primeiro lançamento feito após o segundo strike.

5.ª Regra – TRIPLO

Três strikes consecutivos são um triplo. Se conta para o primeiro strike trinta pontos. O máximo de pontos possíveis num jogo de boliche é trezentos (300), e para isso são necessários doze (12) strikes consecutivos.

6.ª Regra – SPARE

O spare acontece quando os pinos que não foram derrubados no primeiro lançamento são derrubados no segundo arremesso do mesmo frame. O spare é marcado com um (/) no lado direito superior do quadrado referente àquele frame. A conta para um spare é de dez (10) pontos mais os pontos do próximo lançamento.

7.ª Regra – ERRO

O erro acontece quando após os dois lançamentos do frame os dez pinos não forem derrubados, a não ser que os pinos que ficaram de pé formem um split.

8.ª Regra – SPLIT

O split é o conjunto de pinos que restaram de pé após o primeiro lançamento do frame, sempre que o pino 1 tenha sido derrubado e:
– pelo menos um pino tenha caído entre dois pinos que ficaram de pé. Exemplo: 7-9/3-10.
– pelo menos um pino tenha sido derrubado imediatamente à frente de dois ou mais pinos que tenham ficado em pé. Exemplo: 5-6.
OBS: Um split é identificado geralmente por um círculo ou quadrado em volta do resultado da primeira bola.

9.ª Regra – ANDAMENTO DO JOGO

Um jogo deve ser jogado em duas pistas (um par), uma imediatamente ao lado da outra. Os jogadores que competem nas equipes, trios, duplas e individuais, devem jogar um frame em uma pista e, no frame seguinte, alternar para a outra pista, jogando ao final da partida cinco (5) frames em cada pista.
OBS: No formato BAKER, os jogadores das equipes, tercetos, duplas e individuais, sucessivamente e em ordem regular, jogam e completam consecutivamente os frames dentro de um mesmo jogo. Os times devem alternar as pistas dentro do par depois de dez frames.

10.ª Regra – ORDEM DOS JOGADORES

Um ou mais jogadores podem estar anotados em um par de pistas. Depois que se tenha começado a jogar uma série, não poderá haver alterações na ordem da pista, exceto substituições de acordo com as regras.

História do Boliche
O esporte favorito de Fred Flinstone, talvez seja tão antigo quanto à roda. Os homens das cavernas começaram, utilizando ossos como pinos.
Como o passar do tempo, houve variações em diferentes partes do mundo. Polinésios utilizavam pequenas bolas de pedras e discos planos em um jogo chamado Ula Maika. Nos dias de Caesar, habitantes das regiões alpinas, jogavam algo semelhante ao atual jogo italiano Boccie. No Terceiro e Quarto séculos, inclusive havia crenças de quanto mais pinos sobravam em pé, mais pecadora seria a pessoa, sendo um strike medida para considerá-la uma vida santa.
Diversos reis se divertiam com a prática do boliche. Edward III reclamava que seus súditos passavam mais tempo jogando boliche do que praticando arco e flecha. Um dos primeiros fãs do boliche foi Sir Francis Drake. Conta-se uma vez, enquanto o Exército Espanhol preparava-se para atacá-los, Drake e seus oficiais insistiam em terminar uma partida de boliche antes.
Em 1626, veio para a América, com os Holandeses, um pseudojogo de boliche, com 9 pinos, que tornou-se muito popular com a população. Conta-se que tanta gente jogava, chegando a negligenciar seu trabalho, que as autoridades públicas o proibiram. Então, foi criado o boliche de 10 pinos. Historiadores definem o inicio do boliche moderno entre 1820 e 1830.
Em 1895, a ABC – American Bowling Congress, organizou-se para criar regras e especificações especiais para o esporte, incluindo padrões para bola, pinos, pistas e todo o equipamento. Os centros de boliche modernos estouraram na década de 30, com cores brilhantes, e design atrativo. Mulheres também foram atraídas, e em 1916, surgiu o Congresso Nacional de Boliche Feminino. Em 1936, cansado de esperar alguém levantar seus pinos a cada strike, Fred Schmidt inventou uma máquina que armava os pinos automaticamente levando à tecnologia de ponta que Imply domina no século XXI.
O boliche tem uma história longa e rica, e hoje é um dos esportes mais populares no mundo. Um antropólogo britânico, Sir Flinders Petrie, descobriu, em 1930, uma coleção de objetos no túmulo de uma criança no Egito que lhe aparentaram ter sido usada para uma forma arcaica de boliche. Se ele estiver certo, então o esporte tem vestígios ancestrais começando em 3200 aC.
Um historiador alemão, William Pehle, afirmou que o boliche começou em seu país cerca de 300 dC. Existem provas substanciais de que uma forma de boliche na grama, que tinha por objetivo colocar a bola o mais perto do alvo sem derrubá-lo, estava em prática na Inglaterra em 1366. Para manter suas tropas centradas na prática arco e flecha, que era militarmente mais importante para o país, o rei Eduardo III então proibiu a prática do esporte. É também quase certo que o boliche era popular durante o reinado de Henrique VIII.
Já nesta época, também havia muitas variações de “jogos de pinos”, e também de jogos em que uma bola era lançada em outros objetos que não pinos. Isto implica que estes jogos tinham desenvolvido ao longo do tempo, originando-se de um período anterior.
Um dos jogos mais excêntricos ainda é encontrado em Edimburgo. O jogador balança uma bola entre as pernas a arremessa contra pinos, sem uso das mãos. Ao fazer isso, ele mergulha na pista em seu estômago. Houve e ainda há muitas variações de jogos com nove pinos na Europa Ocidental. Provavelmente estão relacionados entre si o boliche atual, o Boccia italiano, o francês Petanca e o Boliche de Relva (lawn bowling) britânico.
Porém, a versão moderna do boliche provavelmente nasceu por volta do século IV ou V na Alemanha. Tinha conotações religiosas e era jogado com nove pinos em forma de losango. Diz-se que Martinho Lutero gostava tanto desse jogo que mandou construir uma pista particular em sua casa.
Sem dúvida, os colonos ingleses holandeses e alemães importados suas próprias variações de boliche para a América do Norte. A primeira menção ao jogo na literatura norte americana é de Washington Irving, quando Rip Van Winkle acorda ao som de “nove pinos estourando”. A primeira provável localização fixa de um boliche em solo americano provavelmente foi para o boliche de grama, na área de New York Battery. Agora sendo o coração do distrito financeiro, os nova-iorquinos continuam a chamar o pequeno lote de Bowling Green, ou boliche verde.
O jogo teve seus altos e baixos na América. Uma lei de Connecticut em 1841 tornou ilegal a posse de “quaisquer pistas de nove pinos”, provavelmente por que o boliche foi também objeto de muita jogatina. O problema, no entanto, também comprovou a popularidade do esporte e muitos capitães da indústria optaram por instalar uma pista de boliche em suas mansões. Apesar da incerteza em relação a onde e quando o jogo evoluiu para dez pinos, foram os americanos os responsáveis por essa mudança e pela sua colação em forma triangular. Pelo final dos anos 1800 ele já era predominante em muitos estados americanos como Nova York e Ohio, seguindo oeste até Illinois.
No entanto, detalhes como o peso da bola e as dimensões dos pinos variavam conforme a região. Isso só mudou quando o proprietário de restaurante Joe Thum finalmente reuniu representantes dos diversos clubes de boliche regionais. Em nove de setembro de 1895, no Beethoven Hall, em Nova York, o American Bowling Congress (Congresso Americano de Boliche) foi organizado com o objetivo de aplicar medidas corretivas contra o excesso de jogatina e aperfeiçoar ainda mais as regras. Logo uma padronização seria estabelecida, tanto de regras e equipamentos, para que então as principais competições nacionais (e posteriormente internacionais) pudessem ser realizadas em condições iguais.
Mesmo as mulheres já jogando boliche na segunda metade do século XIX, o American Bowling Congress era somente para homens. Foi em 1917 que o Women’s International Bowling Congress (Congresso Internacional Feminino de Boliche) ocorreu em St. Louis, incentivado pelo proprietário Dennis Sweeney. Mulheres líderes de todo o país participaram de um torneio e decidiram formar o que então seria a National Women’s Bowling Association (Associação Nacional de Boliche Feminino).
A tecnologia do boliche deu um grande passo na mesma época. As bolas até então eram feitas principalmente de lignum vitae, uma madeira muito dura. Mas em 1905 a primeira bola de borracha, a “Evertrue” foi introduzida. Em 1914, a Brunswick Corporation desenvolveu com êxito a bola “Mineralite”, se gabando de seu “misterioso composto de borracha”.
Então organizado e com normas acordadas nacionalmente, o jogo cresceu em popularidade rapidamente. Em 1951, outro avanço tecnológico veio definir um cenário perfeito para o crescimento maciço. A American Machine and Foundry Company (AMF) – em seguida, um fabricante de máquinas para a padaria, tabaco e empresas de vestuário – comprou a patente para um colocador automático de pinos da Gottfried Schmidt, e no final de 1952 um modelo de produção destas máquinas foi iniciado. Não mais um dono de boliche teria que confiar em pessoas para uma correta e alinhada colocação dos pinos.
A televisão americana abraçou o boliche em 1950 e então sua popularidade cresceu exponencialmente. A transmissão da NBC do “Bowling Championship” (Campeonato de Boliche) foi a primeira cobertura televisiva do esporte. A divulgação televisiva se proliferou com programas como “Make that Spare”, “Celebrity Bowling” e “Bowling For Dollars”. Em 1961 a rede ABC se tornou a primeira rede transmitir um campeonato da Pro Bowlers Association (PBA). O promotor, agente e empresário de sucesso Eddie Elias fundou o PBA e com sua liderança, o “Pro Bowlers Tour” tornou-se um evento muito popular nas transmissões desportivas da rede ABC. Mais tarde, com as transmissões da “Ladies Pro Bowlers Tour” (agora a “Professional Women’s Bowling Association”, PWBA) milhões de norte-americanos testemunharam e se interessaram pelo esporte.
Nos EUA existem hoje mais de 65 milhões de praticantes do esporte e as premiações chegam a milhares de dólares, tanto para profissionais quanto para amadores. Hoje o boliche é praticado por 95 milhões de pessoas em mais de noventa países do mundo, com cerca de 250.000 pistas e 10 milhões de competidores oficiais. Sob os auspícios da Federation Nationale des Quilleurs (FIQ) atletas de boliche competem regularmente em jogos olímpicos e competições a nível mundial.
Já no Brasil, sua história é bem mais recente. Em São Paulo, onde está hoje a maioria dos boliches brasileiros, houve um período (1963/69) no qual existiam 96 boliches somente na capital. Porém estes estabelecimentos não conseguiram manter suas atividades por muito tempo, principalmente em virtude da má qualidade de suas pistas e bolas.
Nessa época, muitos nomes conhecidos foram proprietários de boliche, tais como Elis Regina, Roberto Carlos, alguns jogadores de futebol, dentre outros. Desses boliches todos, o último a fechar foi o Gran Boliche, localizado na Av. Santo Amaro, onde os pinos derrubados ainda eram recolocados na posição por pessoas apelidadas “pinboys”. Em 1996, o fechamento desta casa encerrou a fase do boliche paulistano, embora esse sistema ainda sobreviva em algumas cidades do interior do estado.
Antes disso, em 1982, havia-se instalado o primeiro boliche oficial automático no Brasil, montado pelo Playcenter no Morumbi Shopping, chamado Morumbi Bowling Show, que deu início a uma nova fase nacional para o esporte. Tanto na capital como no interior também existem boliches com levantadores de corda (Sistema Europeu) que possuem um grande número de praticantes.
O Conselho Nacional de Desportos reconheceu o Boliche como modalidade desportiva a ser dirigida por entidade competente (CBBOL – Confederação Brasileira de Boliche), conforme Deliberação n.º 05/80 de 13 de junho de 1.980, baseada na Lei 6.251/75 e Decreto n.º 80.228/77, em razão do processo CND 1.295/80.
jQuery(function() { jQuery('#gallery a').lightBox(); });